.

Ir para página inicial - Clique

ELABORAÇÃO GERAL DE TABELA

ARREDONDAMENTO DE NÚMEROS

6.4  Arredondamento de dado numérico

Os dados numéricos devem ser arredondados, em uma tabela, sempre  que houver necessidade de apresentá-los com um menor número de algarismos. Isto deve ser indicado em nota geral ou nota específica.

Exemplo:
Notas:  Dados numéricos arredondados.
Sinais convencionais utilizados:
(1) 0,00  Dado numérico igual a zero resultante de arredondamento de dado numérico originalmente positivo.
(2) - 0,00  Dado numérico igual a zero resultante de arredondamento de dado numérico
  originalmente negativo.

6.4.1 O arredondamento dos dados numéricos deve respeitar as diferenças significativas (absolutas e relativas) existentes entre eles.

6.4.2 No arredondamento do dado numérico, quando o primeiro algarismo a ser abandonado for 0, 1, 2, 3 ou 4, deve ficar inalterado o último algarismo a permanecer.

Exemplos:
(1) 9,2377 (arredondado para número inteiro resulta 9);
(2) 9,2377 (arredondado para número com uma casa decimal resulta 9,2);
(3) 21,0509 (arredondado para número com duas casas decimais resulta 21,05).

6.4.3  No arredondamento do dado numérico, quando o primeiro algarismo a ser abandonado for  6, 7, 8 ou 9, deve-se aumentar de uma unidade o último algarismo a permanecer.

Exemplos:
(1) 399,85  (arredondado para número inteiro resulta 400);
(2) 399,85 (arredondado para número com uma casa decimal resulta 399,9);
(3) 9,2377 (arredondado para número com duas casas decimais resulta 9,24).  

6.4.4 - Quando o primeiro algarismo a ser abandonado for o 5, sendo este o último algarismo do número, deve
ficar inalterado o último algarismo a permanecer. Se após o 5, existir qualquer outro algarismo, inclusive o zero, deve-se aumentar uma unidade ao último algarismo a permanecer.

Exemplo:
(1) 362,45 arredondado para quatro algarismos resulta 362,4 pois não há nenhum algarismo após o 5.
(2) 362,451 arredondado para quatro algarismos resulta 362,4 pois após o 5 há o algarismo 1.
(3) 362,450 arredondado para quatro algarismos resulta 362,4 pois após o 5 há o algarismo 0.

6.4.5 Quando, em uma tabela, após feito o arredondamento dos dados numéricos, houver divergência entre a soma das parcelas arredondadas e o total arredondado, deve ser adotado um dos seguintes procedimentos:

a) inclusão de uma nota geral esclarecendo a divergência;

Exemplo: Nota: As diferenças entre soma de parcelas e respectivos totais são provenientes do critério de arredondamento.

Correção na parcela (ou parcelas) em que for menor o valor absoluto da razão entre a diferença de arredondamento (dado numérico original menos dado numérico corrigido) e o dado numérico original.

Cálculo da razão:

| (7,6 - 7) | /7,6  = 0,079;
| (11,6 - 11)| /11,6  = 0,052;
| (20,2 - 19) | /20,2 = 0,059;

Como 0,052 < 0,059 < 0,079 a solução recomendada é:

6.4.5  Quando, em uma tabela, após feito o arredondamento de um dado numérico, o resultado for 0 ou 0,0 ou 0,00 e assim por diante, este deve ser apresentado, respectivamente, como 0 ou -0; 0,0 ou -0,0; 0,00 ou -0,00 e assim por diante, conservando o sinal do dado numérico original, a fim de distinguí-lo de um dado numérico igual a zero, que é representado por um outro sinal  convencional conforme a seção 6.1.8.2.

Exemplo: Nota: Sinal convencional utilizado: - Dado numérico igual a zero não resultante de arredondamento.